terça-feira, 3 de abril de 2007

Pam pam paM...hum



Hum...esse cara que me consome.



Eu detesto esse cara que me consome.

Ele me deixa nervosa

Me deixa acerelerada

Me deixe sem ação

Me deixa animada

Me deixa sem ar

Me deixa louca

Me deixa pálida

Me deixa boba

Me deixa engraçada

Me deixa chata

Me deixa feliz

Me deixa apaixonada


e pior...ele me Deixa. Vai embora, e vai acompanhado. Ele não volta.

E aqui dentro fica um musculo involuntário que pulsa por esse cara.

Que não pára, nem me acalma. Não me move. Nem me acelera. Tá aqui escondido, esperando ( ainda e declarado ), por esse cara que me cosome.


E falo, não me calo...Mas não faço bem-me-quer. Eu jogo a moeda...e realmente, seja o que Deus quiser.

Só tenho a (boba) esperança..que um dia vou estar à toa... e ele vai estar na minha.


Que felicidade seria, ia ser alem de um momento de alegria...se esse cara que me consome, me desse alem do seu nome e numero de telefone. Um pouquinho de seu amor.



Se ele voltasse

E quando fosse, me levasse.

3 comentários:

Larissa Santi disse...

"um dia ele vai estar na sua e vc vai estar na dele... eu que voce sabe que ele sabe q ele lhe disse que eu nao sei mais dizer ¬¬..."

relaxeee rapá... ele nao merece tudo isso, ele nao te merce...
esse Buda Moleeee

hsuahuhaushuahsua

Larissa Santi disse...

"um dia ele vai estar na sua e vc vai estar na dele... eu que voce sabe que ele sabe q ele lhe disse que eu nao sei mais dizer ¬¬..."

relaxeee rapá... ele nao merece tudo isso, ele nao te merce...
esse Buda Moleeee

hsuahuhaushuahsua

edelzuite disse...

Que poema lindoooo!!!!
Ele toca na gente que começa a fazer uma viagem ...muito bonita...