terça-feira, 10 de abril de 2007


Que ventinho bom.

Fez sentir bem. Fez sentir como gosta. Disposta. Cheia de anjos. Nada a abala.


Um sonho perdido. No meio da noite. Uma voz desconhecida, no meio do nada.

Um buraco tapado. Um pedido de socorro.

Nós vamos ajudar. ( mas, quem é "nós" psicóloga? )

Um medo que dá frio. uma força que paralisa.

Cadê qualquer pensamento??

Sumiu todos.

Ficou sozinha na cama... na gruta... no ar... na terra... E ela tava do lado, mas de que lado? Não sabia. Só se sentia sua presença, sua cor amarela.


e acaba acordada...ouvindo sua voz. sua voz é doce, mas seu pedido é urgente.

(mas seu pedido é seu, psicóloga?)

seu pedido pode ser dela, que vai ajudar.

mas, como vai ser dela? ela quer a ajuda dela mesma?


mas, e sua cor amarela? é dela? e sua voz doce? é dela?


Quem é ela mesma?

Ela sonhou? Acordou? Viu? Ouviu?

Ela queria o que, afinal?


Ainda diante do vento, se sente bem tambem...mas não se sente só.

Ta diferente. Tá estranho. Mas, não ta bizarro. Não tá feio.


( ela tá aqui mesmo né, psicóloga?)


Psicóloga, é verdade que ela pode ser eu?

4 comentários:

Larissa Santi disse...

acho q depois dessa eu estou precisando de uma psicologa tbm.... ¬¬ nao???

niltim disse...

ando meio cansao dessa coisa de os psicólogos serem sempre a voz da razão...

tudo bem que eles são importante, mas quem realmente pode nos dizer do qeu a gente é e precisa, hein publicitária?

sonhos...

Patrícia disse...

quem é vc hein psicóloga???

o que esse tal sonho te diz?
mas é sonho ou realidade?
o que é a realidade?

e quem é a psicóloga???

¬¬
te amo

Patrícia disse...

Eu precisava vir aqui mais uma vez...

essas perguntas não me saem da cabeça...mas se eu sou ela, ela é a psicóloga...que me faz refletir sobre o que disse, ajo, sonho...

deve ser por isso que amo-la
amoela

te amo!!