quarta-feira, 23 de abril de 2008


E em que mundo me encontro com vc?
De todos que sei, dos que posso imaginar, de facas, de costas, das ideias.
Te ver por completo parece um desafio a minha alma. Coisa que me fizeram acreditar, desde que me formei luz, que não conseguiria. Que não era pra mim, poder te iluminar inteiro, por cima e por baixo ao mesmo tempo.
Acreditam e eu mais, que só te branqueio em partes, uma de cada vez, uma em cada mundo.
Te vejo os olhos, te leio neles. Criação. Procuro os braços, me perco deles.
Você corre planos e eu corro atras. Te pego a mão, te falta o rosto.
Entre mundos te sigo e só a ti tenho em minha frente.
Vejo partes de seu corpo enquanto durmo, e nao consigo juntá-las num só lado do rosto.

Durante períodos páro pra descansar de meu fracasso. E quando volto só vejo mais mundos e mais de vc se formarem... Distância.

Ontem quando acordei te vi rápido e inteiro. Num só corpo, num só mundo. Fiquei feliz. E quando fui te encontrar, me arrumar num espelho. Pude ver que eu só tinha olhos.
Amanhã tenho novo desafio: Encontrar minhas partes por esses mundos. O coração fica por fim. Vi que você segurava ele.

12 comentários:

Vanessa disse...

Celine, faz um tempo, que não ouso comentar seus textos, nem sempre estou à altura de tanta delicadeza ao escrever, mas nunca deixo de ler o seu blog, sou fã, vc sabe!
Tô sempre pertinho!
Mas depois que li essa postagem, não me conti, adorei!!!
Me fez pensar na vida...
Ela é feita de desafios, as experiências que vivemos, são partes de um só corpo, que são juntadas...(...)uma de cada vez, uma em cada mundo(...) e ao final, quando as partes estiverem unidas, num só mundo, a luz será intensa e inteira, aí...missão cumprida...Felicidade!!!
Esse blog, cada vez melhor!!!
Beijos
Vanessa

Si disse...

A vida é como um mosaico, né?
Que graça teria conhecer logo o todo? Bom é devorar por goles.

Beijos, flor.

A Outra disse...

viu!?

deixa ele segurar...

beijosss

Amèlie disse...

Eu adoro ter alguém ou onde me segurar em alguns momentos, especialmente os de urgência!!!


Beijos.

PatSodré disse...

Quando achar o coração lembra de perder a cabeça...

Se encontrar no outro é identificar o que tem seu nele, o que não é meu, o que não haverá de ser, ou mesmo o que deveria e ainda não encaixo em mim.

Vc me ajuda a montar e desmontar o quebra-cabeça que sou eu, as peças estão entre nós duas. É COMPLETUDE!

K. (Incompletudes) disse...

Ô môzinha,

se precisar, eu te seguro tá....

beijossssssssssssssssssss

Larissa Santiago disse...

oh binha, no mundo das mestruações!
:P

ideiasdespedacadas disse...

oi Celine!
brigada pela visita ...
e vindo aqui agradecer, descubro que vc é de Salvador tb ... coincidência boa! Vou te linkar pq gostei do "Mô Blog", rs eu tb falo assim, rs.

Sobre o post amei o tom poético, principalmente o fim.
bjs
;)

RIC@RDO disse...

Meu sonho é um dia escrever algo desse nível...
Guria... Simplesmente fantástico!

No meu caso, neste momento, só tenho olhos... ando procurando minhas partes perdidas pelo mundo e parece que o coração é a mais escondida delas.

Bjo

Andreia disse...

O último parágrafo é simplesmente Explêndido!
Parabéns moça!



Bjo!

Luciano disse...

Tantas vezes nos apoiamos no amor.. e como somos enganados por ele!
Abraços
Luciano
PAPIROS DE ALEXANDRIA
http://papiros.zip.net

Rodrigo Carreiro disse...

Muito bom!
Essas colagens de palavras e da própria imagem cabem muito bem num sonho.
;p