segunda-feira, 18 de agosto de 2008


Todo dia ele me oferece um presente.
Ontem ele quis me dar uma estrela no céu da minha boca. Eu aceitei, não foi pra sempre. Devolvi a estrela como um novo presente, e ele ficou exausto. Satisfeitos, os dois.
Outro dia ele me deu uma borboleta nua. Surpresa otima para uma tarde nublada. Esperançosos, ficamos a ver ela voar pela janela. Onde o céu já era puro misterio.
Em dias de céu calmo, ele espera que eu dê pistas de desejos secretos para um sorriso. Em dias de trovão, ele se presenteia com meus suspiros. E me dá a surpresa de fazê-los nascer onde desejar.
Hoje ele veio com um presente novo. Me trouxe uma caixa. Sem cor, sem desenho. Num dia de clima sem nome. Hoje eu dormi alem da hora...e ele saiu cedo demais. Eu tenho a caixa em meu colo e todo o dia congelado nos olhos dele.

Eu esperava esse presente e agora nao sei o que fazer. Enquanto ele me espera para a festa, pensando que ainda é dentro de mim.

11 comentários:

.F Marques disse...

delicado, denso, como o desejo.

Entre Trintas disse...

Olá baiana querida!
Voltei, graças!!!! Obrigada pela campanha...
Bjo,
Gi :)

Larissa Santiago disse...

devolve o presente...
e se dá de presente!

Rodrigo Carreiro disse...

Esse tipo de presente não tem hora nem data!

Filhas da Pagu disse...

É tão delicado... e se movimenta. É uma brincadeira, e alguém quer sair???
Linda!

Larissa Santiago disse...

e simmm

Isa Dora disse...

ah, gostei muito... tudo aqui está legal. e a foto ali do lado tá linda. beijos.

Pat disse...

Eu tenho a sensação de me ter por ter ele!
Não é mais esquisitice, apenas completude!

Amo

de RR, por Carlos disse...

muito bom... nunca sabemos o que fazer com os presentes recebidos... mesmo estando esperando... é isso deixa mais interessante... beijos e parabéns

RICARDO ® disse...

Muito bom!!!
Tu escreves deliciosamente bem.
Me farto com boas leituras a cada visita!
Muito obrigado.

edelzuite disse...

Essa subjetividade dos seus textos nos leva a viajar, mas não numa só viagem,pq a cada frase pode ser uma viagem diferente. Talvez esse seja um bom diferencial.
Bjos de Mamy.