domingo, 20 de setembro de 2009

ontem





Muito mais do que as lembranças de antes de ontem.
O que carrega dentro de si tem a força que ultrapassa os olhos e os sentidos. Não ver o que de fato está na sua frente. Cabeça posta para um lado e inclinada. Ver o que está nas costas dos outros.
Há dias que no caminho encontra espelho. Seu reflexo, sua luz em outra dimensão. Parece impossível pegar o que lhe pertence.
É hora de decidir. Correr na frente do que é seu. Entre os cacos no chão, pegar o que foi dado. E montar de novo o seu presente.



14 comentários:

Ava disse...

Por linhas tortuosa consigo ler voce...

Como se escrevesse para voce mesma...

Cacos... São os mosaicos de nossos sentimentos... juntá-los... colá-los pode ser prazeroso ou torturante...


No caso de dor, é melhor estar anestesiada...rs


Beijos e carinhos...

rm disse...

Ei baianinha,
ao contrário da Ava entendi lhufas (rss), mas gostei assim mesmo...

Patrícia Lage disse...

A carroceria da gente é bem maior do que se pensa, ou se imagina, ou se idealiza.

=)
Mô beijo.

Marcelo Mendonça disse...

ta cada vez mais bonito seu blog!

Alice disse...

"E montar de novo o seu presente."

Reconstruir, sempre.

Rafhitch disse...

Hmmm.. Bem reflexivo heim?

Obrigado pela visita ao AST!

Beijos!

ana f. disse...

quando é que cê vai lançar um livro?

Larissa Nascimento disse...

Começar de novo... sempre.
Mas pode contar comigo viu?
Um beijo Nine.

Tiago Medina disse...

Pegar os cacos do chão e montar o presente é uma forma positiva de ver a vida. É saber sorrir em todos momentos. E isso é bom.

beijo

meus instantes e momentos disse...

saudades daqui...
Maurizio

Patty Diphusa disse...

E montar de novo o seu presente. Quantas vezes fazemos isso?

Muito bom, como sempre.

Bjs

PatSodré disse...

Tenho andado vendo o reflexo do que sou, do que desejo e apenas isso basta para remontar meu estado atual. E só isso já me faz mudar, já mudou, já mudamos.

É o campo mórfico. Viva a Gestalt. (rs)

Ite Ramos disse...

Binha, isso tá mto lindo! Pegar um caco e reconstruir é o mesmo que disse alguém numa música:"Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima"
E se a vida n for assim, por quê estaríamos sempre lutando por ela?
Bjos, B.

Anônimo disse...

Eu acho que lugar de cacos é no lixo mesmo, tem é que ter cuidado no acondicionamento para não ferir-se nem a outros. Caso contrário, às tantas vivemos num mausuléu mofento cheio de coisa quebrada e "reconstruída", que não volta a ser o que foi e só cria ilusões. Seguir em frente é desfazer-se do que quebrou. fazer o luto, se valer a pena, e pensar positivo: menos um treco pra limpar e polir! a casa vai ficando mais arejada e, aí sim, algo se transforma! bj