domingo, 11 de abril de 2010

pedaçp

Resto de coração não vai em lixo. Não sai em saco. Fica espalhado à mostra. à vista. Deve-se pisar sempre que andar ali.
Até que vire poeira nos tapetes, resto de coração deve ficar no chão da sala. Com porta aberta. Para sempre haver visitas mal recebidas. Que não queiram voltar. Mas se sintam bem no estrago. Naquela hora.

9 comentários:

Eve disse...

Doeu em mim.

Bjs!

PatSodré disse...

Recolhe o tal coração, mesmo que hoje sejam as migalhas dele. Fortalece e lança de novo ao vento, talvez vire migalhas novamente, mas talvez se eleve em si mesmo. E saberás!

nina martins disse...

é muita verdade mesmo.
foi imagem forte pensar nisso, mas que eu quis ter muito algumas vezes...

Franklin Marques disse...

os restos de coração... o que seriamos sem eles?

Isa Dora disse...

ferida aberta. carne viva. "a dor em eterna exposição".

Maína Pinillos Prates disse...

Fiquei triste só de pensar...

Filhas da Pagu disse...

Não fala assim.... ainnnn que dorzinha...
p.s.: mas tem quem queira voltar, catar os pedacinhos, colar os caquinhos e ainda correndo risco de se cortar ;)

Ite Ramos disse...

Ave Maria!!! Mas ele n fica mto tempo no chão não. Tem sempre alguém que vai estar disposto a pegar esses pedacinhos com todo amor e reconstruir o que foi dilacerado, deixando-o novinho outra vez.
Bjos, B.

ana f. disse...

pedaço só