segunda-feira, 24 de maio de 2010

propósito


.é de propósito que me olha sem me ver. chego a pensar que não vê ninguém.
outra hora chega e me conta tudo que viu em mim. e eu tinha esquecido.
certas tardes fala das coisas como se estivesse inventando. nesses momentos eu gosto de fechar os olhos. sabe que eu estou olhando, até quando finjo que não consigo ver. só não sabe que é de propósito que eu fico na frente a todo instante.


6 comentários:

Larissa Santiago disse...

é só o que eu vejo.

Tanusha Varjão disse...

É de propósito que te vê sem olhar?

Itaninha disse...

é propósito mesmo ou só é inevitável?

jorginho da hora disse...

Às vezes fingimosnão ver o obvio e às vezes vemos demais coisas que não deviamos ver.

ana f. disse...

wow!

que sensação familiar!


lindo!

marcos assis disse...

nossa que foda.
sei bem como é isso