sexta-feira, 9 de setembro de 2011

.u.f.a.

hoje eu sofri por antecipação. passei pela frente e tomei chuva.
como se os raios fossem de um pesadelo
como se eu fosse a nuvem

hoje eu conheci tudo que se sente longe das manhas.
como se a vela apagasse sem vento
uma pontada de coração

hoje eu durmo sem sonhos lá fora
me viro com o que tem na caixa
e suspiro de alívio por ter sido impressão

um dia estranho para confirmar o que eu desconfio.



2 comentários:

Verânia Aguiar disse...

Eu gostei mt,
tb sofro por antecipaçao, inevitavel ne? Bah x)

Manu disse...

nunca é tão monstruoso quanto eu penso que seja.