sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

emprestado

Essa noite eu tive um sonho. Não soube se era meu ou emprestado.
Nem se prestava. Me prestei a fazer tudo pra não ter volta. 
E lá se foi uma parte de minha noite. Exausta com palavras desconhecidas e gestos que me lembravam.


Olhos fechados pra ver além. Dessa viagem, só a certeza de que precisava de música. Mais alta que diálogos. Fiquei entre soluços pra tentar entender. Nisso foi meu dia todo. 
Outra noite eu vou procurar o dono e devolver o sonho que eu não quero ter. 
Porque eu me empresto, mas nem tudo que volta deve ser meu.

8 comentários:

daniayres disse...

Gostei demais desse texto. Talvez, o que eu mais gostei de todoooos. Talvez, porque foi o que eu mais entendi. rsrsrs
te amo.

Evangelista disse...

Sou sincero. Eu não entendi nada. Apenas "blá, blá, blá". Uma opinião: Entregue suas vidas nas mãos do Criador dos céus e da terra, e depois de uma experiência com Seu Filho Jesus, você terá palavras de sabedoria ínspiradas pelo Espírito Santo para compartilhar e edificar outras vidas. Se o que falamos não serve para edificar vidas, tocar corações, é tudo em vão.

Abraço :)

Kinha disse...

Só entende quem tem sensibilidade. embora a mensagem do colega aí de cima seja totalmente válida, melhor sonharmos nossos próprios sonhos. E contar com Deus é sempre bom também!

Davi disse...

Muito bom seu blog!! Eu estava fuçando e vi esse blog, vc está de parabéns, não fiqe só no blog, envista nisso, vc é bom!

Jéssica Modesto :} disse...

Percebi que é espontânea e sonhadora igual a mim... embora o mundo exija vivermos na realidade, o que nos resta é sonhar e escrever pra esquecer aquilo que talvez perdemos ou vamos encontrar.

Espero que goste do meu blog assim como gostei do teu.

Abraços e Sorrisos

Jéssica :)

N. disse...

mas não deve ser mesmo!

N. disse...

mas não deve ser mesmo!

divagacoesedevaneios disse...

caraca o.o.. mto bom, curti... é intenso e leve ao mesmo tempo.. =D