domingo, 31 de março de 2013

dor de pedra


Não se morre de dor de amor. Se morre de dor de pedras no rim.
Aquela pontada desesperadora. A sensação de que é o fim de tudo. Da sua vida, como tambem da vida de todas as outras pessoas. E dos animais.
Não dá pra enxergar o céu quando as pedras te atacam. Tudo é mal. A vaca, o leite e os caretas. Elas não param e é questão de pouco tempo pra você se desligar completamente. E morrer devagar em cima da cama. Sem nenhuma chance de reagir.

Entregue os pontos. As pedras venceram.
Se fosse dor de amor, qualquer um superava.

5 comentários:

Anônimo disse...

Why users still use to read news papers when in this technological world everything is presented on
web?

Here is my weblog - Zahngold Verkaufen

Nequéren Reis disse...

Oi!!!, amei o blog sucesso, Deus seja contigo
já estou te seguindo,OBRIGADA PELA VISITA
Curta e participe do meu blog e fan page.
Twitter: https://twitter.com/
Instagram: http://instagram.com/nequerenreis
Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
Fan Pag: https://www.facebook.com/pages/Batom-Vermelho/490453494347852?fref=ts

Snug® disse...

Não senti nada nos rins ainda, mas deve ser... O blog é bom e não é dor nenhuma dá uma espiadinha.rs

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Ite Ramos disse...

Hummm, já senti parecida com essa: dor de pedras na vesícula. Mas, dor pior que as de pedras nos rins, são as das pedras que nos atiram sem só wpelo prazer de jogar, porque todos estão jogando. Essa dor dói muito mais. Bjos, Mami.